Home Projeto Ambiental O Projeto

O projeto ambiental

altAo visitar a Pousada Araras você participa diretamente nos programas e projetos de Preservação Ambiental.

Você sabia que há 6 anos, haviam 27 araras azuis (hyacinthine macaw) nas áreas que integram a região de influência do Araras Eco Lodge? Hoje são 70 exemplares! Esta marca foi conseguida através do monitoramento dos ninhos, inibindo captura de filhotes para comércio, educando os habitantes locais.

Além disso fazemos regularmente a distribuição de ninhos artificiais, plantio sistemático de manduvis, árvores silvestres, onde 87% dos ninhos de araras azuis foram encontradas. Com a contínua ocupação e retalhamento dos grandes latifúndios pantaneiros, estas árvores sofreram sensível diminuição, por serem muito utilizadas para cochos de sal, além de queimarem facilmente por sua característica macia. Também estamos recuperando grandes áreas com a palmeira acuri que é o principal alimento desta ave.

altAs Araras Azuis

A melhor confirmação do sucesso de nosso trabalho relativo as “anadorinthus hyacinthus” é que, após 8 anos de termos iniciado a distribuição de ninhos artificias para as araras, em setembro de 2002, um dos ninhos colocado no alto de uma arvore “tarumeira” ao lado de um dos nossos apartamentos, foram disputado por 3 casais jovens de “hyacinthus”, indicando expansão e vitalidade desta espécie, que encontra em nossa área de proteção, alimento farto, bem como água e ninhos.

Proteção da flora e fauna do rio Clarinho

Temos nos dedicados a preservar o rio Clarinho, inibindo o uso de motores de popa que destroem suas margens e assoreiam seu leito. Nossos passeios de rio são todos feitos em canoas tipo "canadense" a remo.

Ariranhas

Você sabia que há 12 anos a ariranha, (pteronura brasiliensis) espécie de lontra gigante, está na lista de espécies ameaçadas de extinção?

altEm 1993 tínhamos eventuais notícias da presença de ariranhas na região de influência da Pousada Araras Eco Lodge. Hoje estamos com 2 grupos, o primeiro com 8 indivíduos e um segundo, já partilha do primeiro com 5 indivíduos. 


Compramos uma área distante 7 km da nossa sede, nascente do rio Clarinho, que foi transformada em RPPN (Reserva Particular do Patrimônio Natural), onde iniciamos o trabalho de fiscalização, educação, distribuição de placas e controle rígido ao longo dos seus 40 km, com visita a todos os fazendeiros para convidá-los a participar na proteção destes belos e raros animais, quase dizimados pelo alto valor de suas peles.

Seu numero já cresceu tanto nestes últimos 8 anos, que hoje em 2002, a probabilidade de encontra-las durante nossos passeios de barco já esta na ordem de 3 encontros a cada 5 visitas ! Um belo resultado, e que conta com o mérito e a participação de todos propritários de terra ao longo do rio Clarinho.

NOVOS PROGRAMAS AMBIENTAIS

Criação de Abelhas

altTradicionalmente o mel silvestre pantaneiro, se encontra em ocos das arvores, exigindo para sua coleta, o uso de fumaça e do machado para sua extração. Esta prática incide na mutilação de árvores, na morte dos filhotes da rainha, além de ser o responsável por inúmeros incêndios nas planícies pantaneiras. Afim de diminuir esta prática nociva ao ambiente, iniciamos a criação de abelhas em caixas apropriadas, incentivando os demais moradores à aplicação destas técnicas, afim de seguirmos consumindo este delicioso e inigualável produto natural, sem interferir na saúde de nosso contorno, oferecendo ainda as vantagens econômicas de duas coletas anuais.

Tratamento de lixo e efluentes

Toda presença humana bem como, instalações em meio natural, cria impacto ambiental, no entanto existem vários mecanismos que podem minimizar tais efeitos como as práticas de reciclagem e o tratamento adequado do lixo e efluentes. Vejam quais as providências que aplicamos:

Lixo Orgânico: referente as “sobras”de nossas refeições, ela são reaproveitadas na alimentação de galinhas e suínos, sendo as cascas de frutas oferecidas aos pássaros e outros animais silvestres.

Lixo Tóxico: como baterias ou pilhas usadas, devido ao seu elevado potencial de poluição do lençol freático as mesmas são coletadas em recipiente próprio e armazenadas em latas de metal no escritório da Pousada em Cuiabá. ( temos foto deste recipiente – funbio)

Latas de alumínio e recipentes plásticos e de vidro: são armazenados e acumulados em separado, para posterior entrega a empresa de reciclagem.

Embalagens de papelão e madeira: são reaproveitados na própria pousada ou então incineradas.

Demais materiais: são ensacados e conduzidos ao depósito de lixo do Município.

 
Português (Brasil)English (United Kingdom)
Haras Bafo da Onça - Cavalo Pantaneiro

Clima no  Pocone 

24°C
Máxima: 34°C
Mínima: 24°C
Nascer do Sol  6:10 am
Pôr do Sol 6:45 pm
Vento: 8.05 kmh
Humidade: 83 %
Visibilidade: 9.99 km
 
Login ou Registre-se
Faça o login para aceder à àrea de documentos